Buscar por conteúdo

Conheça Os Vans ComfyCush Que Acabaram De Desembarcar No Brasil

Em fevereiro desse ano, a VANS introduziu com a ajuda de algumas lojas ao redor do mundo a tecnologia COMFYCUSH, que ajusta os clássicos da marca às necessidades atuais de vários consumidores, onde o conforto e o visual precisam estar atrelados.

Com uma série de ajustes no cabedal e um solado onde uma espuma super confortável se co-molda a uma camada de borracha natural, para que o grip também seja um aliado do tênis, os VANS COMFYCUSH surgem como uma novidade mais do que bem vinda aos fãs da marca californiana.

O ERA é um dos grandes protagonistas desse upgrade, que já está presente no Brasil em diversas colorways, disponíveis na loja online da VANS e em algumas de suas representantes. Além dos ERA, outras silhuetas – algumas delas inclusas em um pack da linha VAULT – também já são encontradas por aqui.

Se você acompanha o SneakersBR lá no Instagram, deve ter notado que nós estivemos na ComfyCush High School para conhecer mais dessa tecnologia e para assistir algumas aulas com professores um tanto inusitados, como a lenda do skate Tony Alva! O evento rolou lá em Nova York, com direito a show do Lil Wayne e muitas outras atividades.

Para conferir com detalhes o que rolou por lá, confira o destaque “Vans ComfyCush” em nosso Instagram.

Como se isso não bastasse, Rian Pozzebon – diretor global do setor de design de tênis na VANS – tirou um tempinho pra falar com a gente a respeito de sua experiência na marca, onde trabalha há cerca de 17 anos e já esteve à frente de inúmeras iniciativas importantes.

Rian Pozzebon

SneakersBR – Qual a sua primeira memória com a Vans?

Rian Pozzebon – Foi minha infância. Havia duas lojas da marca bem próximas de onde eu cresci, então eu me lembro de terem sido os meus primeiros tênis. Mas a minha lembrança mais marcante é de que eu sempre usava Vans no primeiro dia de aula, e ela era sempre o Authentic azul. Eu, meu irmão e minha mãe íamos sempre à loja, e a gente só podia comprar o Authentic azul. Nada de Slip-On, nada de outras cores. Eu ainda tenho um desses tênis que me lembro de ter usado quando era pequeno para ir para a escola. Eu nasci em 1974, então a Vans já tinha essa loja desde o início.

SneakersBR – Então é como um sonho pra você trabalhar na Vans, né?

Rian Pozzebon – É demais! Quem imaginaria?! Eu nunca planejei isso. Eu estava sempre andando de skate, pintando, tirando fotos…curtindo a vida. Até que eu pensei “Eu amo tênis. Eu quero desenhar tênis.”, e trabalhei nisso até que surgisse uma oportunidade. Chegou um dia em que me ligaram dizendo que a Vans estava contratando. Entrei em contato, negociamos algumas coisas e aqui estou. Já se passaram mais de 16 anos. Tem sido incrível!

SneakersBR – Tem uns dias em que você acorda e se dá conta da quantidade de coisas legais que você já fez? Você esteve e está envolvido em vários projetos importantes das linhas Syndicate, California, Vault, etc.

Rian Pozzebon – Sim! Mas, antes disso, eu me sinto criativo, eu fico extremamente feliz e grato pelas pessoas que eu consigo trabalhar junto, conhecer, me encontrar. Por exemplo, quando me encontro com o Tet, da WTAPS (Japão). Eu vou ao estúdio dele, a gente escuta as mesmas músicas, gostamos de skate. Nós conversamos como se fossemos a mesma pessoa, mas em países diferentes. Você começa a se encontrar no meio disso tudo, dividindo as mesmas coisas, as mesmas inspirações, mesmo em posições distintas dentro do design.

SneakersBR – Tem algum projeto que você se orgulha mais?

Rian Pozzebon – Talvez isso vá te surpreender, mas os projetos que eu tenho mais gostado de trabalhar envolvem os canais mais baixos de distribuição, onde os produtos atingem mais pessoas e você os vê mais na rua, nos pés de crianças que estão aprendendo a andar de skate.

Muitas vezes a mãe dele nem vai à loja que vende um Vans da linha Pro, mas vai até um lugar onde vende um que seja mais barato. Aí você vê a criança indo pela primeira vez a um skate park, dando suas primeiras remadas, seu primeiro ollie. É aí que você entende o que é a Vans. É esse o ponto de entrada.

Eu não podia ter todos os tênis que eu queria quando era pequeno. Os Vans estavam lá e eu pensava “Eu quero este e este!”, mas nem sempre a gente podia ter aquilo, então acabava comprando algo que fosse o mais parecido possível. Pra mim, esse é o principal e mais genuíno aspecto desse mundo. Existem muitas coisas que são legais, mas a forma como você as usa é o que lhes dá vida! É a mistura de diferentes coisas que faz você ser quem você é.

SneakersBR – Falando um pouco do ComfyCush. Você esteve envolvido na criação dos novos tênis da Proper? (Rian estava com um deles nos pés)

Rian Pozzebon – Sim, eu e o Nate (Nathanial Iott – direto sênior de design da VANS) chegamos nos caras da PROPER e dissemos que a gente tinha a oportunidade de criar alguns tênis, com a opção de customizar do jeito que cada pessoa gostasse mais. Eles toparam e, se você ver a foto com todos os tênis no chão, aquilo se parece com o que a gente via no passado, lá na loja da VANS que frequentávamos no passado.

Você entrava na loja e haviam caixas e caixas no chão, repletas de tênis rejeitados e customizados por pessoas que nunca foram buscá-los. Todos tinham colorways incríveis, com misturas malucas de materiais e cores. Eles eram esquisitos, mas todo mundo comprava pra andar de skate, já que eram muito baratos, então ninguém ligava muito pro seu visual.


O papo ainda foi longe e certamente agradaria todo fã de VANS, design, skate e música, mas o registro parou por aí, deixando acesa a vontade de retomar a conversa em um futuro próximo.