Buscar por conteúdo

Do PUMA Fast Rider Surge Uma Nova Família De Calçados Casuais

Conteúdo patrocinado

Em 1980, a PUMA lançou um modelo especial para os corredores/caminhadores urbanos que se destacava dos demais concorrentes pelo uso de cores vivas em seu cabedal, pela leveza do mesh e náilon usados em sua execução e pelo solado um tanto mais robusto que os convencionais, marcado por uma entressola de EVA e sola com “dentes” em formato de pistão, batizada Federbein e que prometia o máximo de tração.

puma-fast-rider-2

Dois anos antes, havia chegado ao mercado o EASY RIDER, tênis que acabou sendo substituído com sucesso pelo FAST RIDER e deu origem a uma família de tênis para corrida que contava com dois outros integrantes, um pensado para momentos em que o  requisito maior era a leveza (LITE RIDER) e o outro privilegiando a tração (TRACK RIDER).

puma-fast-rider-1

O FAST RIDER acabou se destacando, sobretudo por seu baixo peso (279 gramas, algo bem inovador para a época), pelo desenho do solado com seus botões arranjados em forma de V invertido e pelas menções em revistas de corrida da época, como a Runner’s World, que lhes conferiu 5 estrelas, sendo resgatado pela primeira vez somente em 2010 e que agora, 10 anos depois do primeiro resgate e 40 do seu nascimento, dá origem a uma nova família de calçados – não mais pensados para a performance, mas que incorporam diversos dos elementos que imortalizaram as gerações originais.

PUMA STYLE RIDER e PUMA FUTURE RIDER são os primeiros representantes dessa nova linhagem, que combina passado e futuro da PUMA e são parte de um projeto espertamente batizado FUTRO – junção das  palavras FUTURO e RETRÔ – que mergulha nos ricos arquivos da marca alemã para de lá trazer conceitos antigos, atualizados em novas execuções, sem perder sua essência.

Assim é o STYLE RIDER, um tênis novo que carrega consigo aquela sensação de “te conheço de algum lugar” ao manter intactas algumas das linhas imortalizadas no antigo FAST RIDER. Estão lá presentes as linhas angulares do cabedal e até os pistões do solado, redesenhados e com aspecto mais sutil, já que tração agora não é mais requisito tão essencial.

 

O primeiro dos esquemas de cores foi batizado RIDE ON e combina uma base branca de náilon com detalhes em camurça roxa, cadarços e costuras vermelhas, áreas plásticas verdes, um nada discreto painel traseiro metálico e Formstripe preta. A mistura, que à leitura pode parecer indigesta, funciona mais do que bem e o conjunto, acentuado pela adição de uma “segunda entressola” muito mais curvilínea, não somente é harmonioso, como também faz jus ao legado da família PUMA RIDER.

transparente

Tema de um vídeo de Unboxing+Review do nosso canal do Youtube, STYLE RIDER na colorway “RIDE ON” já chegou ao mercado brasileiro, e pode ser comprado nas lojas Guadalupe, Your ID, Maze ou no PUMA.COM, ao preço de R$499,99

E esse é só o primeiro capítulo dessa história de junção entre o passado e o presente/futuro da PUMA, Os próximos capítulos você continua conferindo em todas as plataformas do SNEAKERSBR.

Comprar PUMA Rider