Buscar por conteúdo

Será Que Estamos Testemunhando O Retorno Triunfal Dos ‘Tênis Grandões’ Dos Anos 1990?

Assim como os demais mercados de consumo – e, queiramos ou não, como as temporadas de moda – o mercado de sneakers vive de ciclos: só nos últimos 10 anos, tempo de existência (oficial) desse site, já passamos pelos tênis de skate derivados do basquete (DUNK SB), pelos hi-tops de basquete retirados dos anos 1980 (DUNK e afins), que viveram seu apogeu em versões multicoloridas, no Brasil, pelos boat shoes, vulcanizados (ponto para VANS que vendeu milhares de pares de AUTHENTIC e ERA por aqui), pelos retro runners, pelos runners tecnológicos (de FLYKNITS a ULTRABOOST), pelas novas silhuetas confortáveis (ROSHE, NMD), pelos ícones brancos (AF-1, SUPERSTAR e STAN SMITH), isso sem contar as novas visitas a todos eles em versões alteradas/atualizadas ou em cores “da onda”, como o vermelho total.
Sim, estamos simplificando muito o que aconteceu nessa última década, só para efeitos ilustrativos, e nem precisamos mencionar que existem clássicos eternos, alheios a tendências, além dos lançamentos “quentes” de cada coleção.
Fato é, porém, que o mercado sempre se pergunta qual vai ser a próxima “grande tendência” e o que os consumidores de tênis – colecionadores/sneakerheads, ou não – comprarão a seguir.
A julgar pelo que tem andado nos pés de visitantes das semanas de moda mais badaladas do mundo e o que algumas das marcas de artigos esportivos têm mandado para o mercado, parece que todos os sinais apontam para os tênis “gordões” do final dos anos 1990.

a-1a-2a-3a-5a-7

Chamados lá fora de CHUNKY shoes ou CLUNKY shoes, esses calçados têm representantes espalhados pelo basquete, pela corrida e pelo tênis, praticamente em todas as marcas, dentre os quais podemos destacar AIR MAX PLUS/TN, AIR MAX 96, 98 e até mesmo o AIR MAX 95, junto com a família UPTEMPO, da NIKE, o FILA BUBBLE ou, ainda, os modelos tradicionais de marcas de skate. Todos datados da metade final dos anos 1990, começo dos 2000.

a-10a-11a-12a-13a-14

A presença do novo calçado assinado por KANYE WEST para a ADIDAS na passarela da YEEZY SEASON 5 despertou atenção para a “tendência”, mas a própria marca das três listras tem seus representantes originais, como o  FALCON (foto a seguir), de quem o tal do “CALABASAS RUNNER” (nome provisório) parece ter herdado boa parte de suas linhas. E nem estamos mencionando alguns dos EQTs – agora mais populares nas versões atualizadas.

2017-02-19 11.00.41

adidas Falcon

adidas-archive-2adidas Torsion Revenge S

adidas-archive-1adidas Torsion Elation

Da família das 3 listras também vêm os tênis assinados por RAF SIMONS, dentre eles o OZWEEGO, já na segunda geração e que teve uma versão bege da primeira esgotada no último final de semana.

BALENCIAGA foi outra que colocou calçados nessa linha no seu mais recente desfile, batizando a criação de Demna Gvasalia de TRIPLE S e oferecendo, pelo menos, duas variações de cores e atestando que a “tendência” (sempre dentro de grandes e bem destacadas aspas) deve transcender o mercado esportivo.

Fica agora a dúvida de como a grande massa irá absorver esse retorno dos “CHUNKY shoes”, alinhado com o apogeu da moda anos 1990 e em contraste com o seu minimalismo, e de como veremos essa onda traduzida no Brasil, onde temos um histórico de amor/ódio pelos tênis com tecnologia visível. Mas isso é assunto para outro post.

Fotos de streetstyle por HYPEBEAST / Highsnobiety

a-24a-23a-22a-21a-20a-15

Comentários

comentário(s)