Buscar por conteúdo

Nike Anuncia Novas Formas De Produção Sustentável

A NIKE tem investido cada vez mais em formas sustentáveis na fabricação de seus produtos. A tecnologia FLYKNIT, lançada há quatro anos, é um bom exemplo, construindo cabedais a partir de um fio de poliéster e reduzindo drasticamente a quantidade de resíduos – sem contar os benefícios para a performance.

Recentemente, a NIKE se uniu a outras empresas, como GOLDMAN SACHS, JOHNSON & JOHNSON e PROCTER & GAMBLE, se comprometendo a apenas usar energia de fontes renováveis nas suas linhas de produção até 2025, como parte de um movimento que a marca do swoosh já vinha praticando, como criar tecidos a partir da reciclagem de garrafas PET e processos de tingimento de tecido sem água.

Outra jogada nesse mesmo sentido é uma parceria com o CLIMATE COLAB, uma divisão do MIT, que visa trazer mais inovação na criação de novos tecidos, reduzindo seu impacto no clima, afinal, de acordo com o instituto, o mercado têxtil produz aproximadamente 400 bilhões de metros quadrados de tecido por ano, o suficiente para cobrir o estado da Califórnia.

Todas as novas soluções geradas serão canalizadas através do MAKING, um aplicativo criado pela NIKE que ajuda designers na melhor escolha de material, fornecendo dados como o impacto climático, químico, na água e o desperdício.

Ponto para a marca do swoosh.

nike-making-1 nike-making-2 nike-making-3 nike-making-4