Buscar por conteúdo

Nike X Tom Sachs – NikeCraft

Em 2007 TOM SACHS pousou na Lua.
Bem, quase isso: o artista americano trabalhou com diversas marcas famosas para construir réplicas de tudo o que foi utilizado nas missões do programa Apollo – uma das suas obsessões. As recriações foram baseadas na sua memória e visão do evento, muitas vezes de forma bem humorada, como a inclusão de um bar, biblioteca e música necessários para se sobreviver a um planeta desconhecido – pelo menos na visão de SACHS.
Agora, depois de um trabalho de 3 anos, o mesmo TOM SACHS que ir à Marte.
Seu próximo passo, que começa dia 16 na Park Avenue em Nova York, é preceder à missão real da NASA e imaginar, pelo que, e como, os atletas/astronautas passaram no planeta vermelho.
Toda essa estória acabou se refletindo em uma coleção cápsula criada pelo  artista em parceria com a NIKE. Nela, SACHS  e MARK PARKER – designer e CEO da NIKE, além de colecionador de obras de arte e grande fã da obra de SACHS – usaram materiais aeroespaciais e da industria automobilística para criar peças que permitissem aos atletas/astronautas transpor as dificuldades de Marte.
Sobre a criação das peças, SACHS diz que “a inovação deve ser procurada apenas como uma forma de se resolverem os problemas causados pela necessidade de se criar um produto que se comprometa com as mais diferentes necessidades. Qualidade, velocidade de produção e custo devem caminhar juntos, nem que para isso novos processos devam ser criados, tudo passando pelo conceito central, o estilo”.
Um compromisso entre as mais diversas áreas de produção, assim como acontece com os itens de performance, sem deixar de lado a parte conceitual da coleção, é assim que o NIKECRAFT – nome com o qual foi batizado o projeto – pode ser descrito.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=e-jSSTGqU5c[/youtube] [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Kt-VlZpz-8E[/youtube] [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NZU1B8kb8EQ[/youtube]

O MARS YARD SHOE é um bom exemplo do rumo que a coleção tomou: seu cabedal é inspirado nos runners do final da década de 1970, mais especificamente nos primeiros modelos da divisão ACG. Porém o modelo ganhou o solado da bota tática FSB e materiais como VECTRAN e reforços iguais aos das botas da NASA. Assim, o tênis pode ser usado na “expedição à Marte” ou nos corredores da divisão de motores da agência aerospacial.

Partindo para a área do vestuário, a NIKECRAFT inclui uma peça masculina e outra feminina: a jaqueta MARS FLY é construída em material sintético o que garante proteção contra intemperes, com punhos em couro com costura em kevlar e detalhes como o ziper com puxador também em couro. O modelo ganha tensionadores no capuz e mangas, pensando no melhor ajuste.
Já o CHESTER é um trenchcoach construído em três camadas, à prova d’água mas mantendo a respirabilidade. Sua parte interna traz um print cientifico, para uma fácil referência, algo essencial no campo espacial.

 

 

No campo dos acessórios, há uma bolsa construída a partir de um airbag automotivo – com interior em vectran e zipers à prova d’água ela aguenta ate 270kg de peso – e uma segunda, que pode ser usada como mochila, e é construída em material laminado, usado em roupas para navegantes e com diversas maneiras de se amarrar.

A coleção capsula estará disponível na loja online de TOM SACHS, e nas lojas 10 CORSO COMO em Milão, 1948 LONDON, 290 SOM em Amsterdam, COLLETE de Paris, DOVER STREET MARKET, em Londres e Tokyo, na Berlinense FIRMAMENT, I.T BEIJING MARKET, I.T KINGSTON em Hong Kong, na OPENING CEREMONY em Nova York e, por fim, na UNION de Los Angeles.
Os preços das peças variam de 250 a 495 dólares, com o tênis custando 378 obamas. Ouch!