Buscar por conteúdo

O CEO Da Under Armour Também Se Manifestou A Respeito De Uma Das Últimas Ações De Donald Trump

Assim como a NIKE, a UNDER ARMOUR, através de seu CEO, se mostrou contrária a saída dos EUA do Acordo de Paris, que tem como objetivo a redução das emissões de carbono na atmosfera e, consequentemente, do aquecimento global, orquestrada pelo polêmico presidente Donald Trump.

Em um anúncio oficial, Kevin Plank declarou que a UNDER ARMOUR “está desapontada com a decisão de Trump” e falou da forma como ela atinge diretamente o nosso planeta, inclusive, economicamente.

O CEO ainda destacou que as mudanças climáticas “são um problema real e devem ser levadas a sério pelo comunidade dos negócios, seus clientes, por toda a vizinhança e pelos representantes eleitos pelo povo. Sustentabilidade tem sido parte do DNA da UA e é parte integrante do jeito como vivemos e trabalhamos…”.

Para encerrar, Plank ainda declarou que as palavras têm força e que é nossa responsabilidade proteger a Mãe Natureza.

Uma bela mudança, para quem se viu envolvida em polêmicas declarações de apoio ao governo Trump há bem poucos meses, não?

Fonte: Sneaker News