Buscar por conteúdo

Parece Que Esse É O Motivo Pelo Qual A Supreme Teria Espalhado Logos De Diversos Times Da NBA Em Sua Próxima Colab Com A Nike

Desde a semana passada, quando vazaram as primeiras fotos do que seria o resultado da próxima colaboração da NIKE com a SUPREME, que o mundo sneakerhead vem se perguntando: por que raios a marca nova-iorquina espalharia logos de diversos times da NBA, ao mesmo tempo, sobre versões preta e branca do AIR FORCE 1 MID?

Vale o parêntese de que, supostamente, teríamos uma terceira cor do tênis, junto de regatas de basquete e jaquetas varstity, todas no mesmo esquema.

No Brasil, comparações com times de futebol foram inevitáveis e muito se ouviu a pergunta: você usaria uma camiseta que tivesse, ao mesmo tempo, os escudos de São Paulo, Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Botafogo, Santos, Grêmio…e outros times que disputam o campeonato brasileiro?

Pois bem. Como acontece com quase tudo que a SUPREME faz, mesmo que o sentimento inicial seja de estranhamento, parece haver uma história bem contada por trás das peças e um motivo “histórico”, digamos assim, que justifica a união de tantos logos dos times da NBA sobre uma única peça.

No final dos anos 1990, ficaram bem populares as jaquetas, principalmente de couro, confeccionadas por Jeff Hamilton, designer que já foi diretor criativo da GUESS? e vestiu celebridades como Madonna, Michael Jackson, o ex presidente Bill Clinton e o ex jogador Kobe Bryant. O ponto alto do seu relacionamento com a liga profissional de basquete dos Estados Unidos foi o ano de 1997, quando foi contratado para desenhar e produzir as jaquetas usadas pelos atletas na cerimônia de premiação dos 50 maiores jogadores da NBA em todos os tempos.

Dentre as criações de HAMILTON, estavam peças que reuniam logos de todos os times da liga, às vezes mantendo todos eles em condições de igualdade, às vezes dando ênfase para um em específico, normalmente o do time defendido pelo jogador que carregava a controversa peça. O próprio KOBE BRYANT, por exemplo, tem uma imagem imortalizada a bordo de uma dessas peças, quando comemorava a conquista do seu primeiro campeonato, na temporada 2000-2001.

EAST RUTHERFORD, NJ – JUNE 12: Kobe Bryant #8, Magic Johnson and Shaquille O’Neal #34 of the Los Angeles Lakers pose for a portrait after winning the 2002 NBA Championship against the New Jersey Nets at the Continental Airlines Arena on June 12, 2002 in East Rutherford, New Jersey. Copyright NBAE 2002 (Photo by Andrew D. Bernstein/ NBAE/ Getty Images)

As peças criadas por Jeff Hamilton viraram hit, algumas delas atingindo considerável preço de revenda no mercado paralelo, outras sendo vendidas por verdadeiras pechinchas, e até um site especializado em verificar a autenticidade de jaquetas oferecidas no eBay e em brechós foi criado, junto com uma galeria que mostra boa parte do trabalho – hoje pouco conhecido – do designer.

Além disso tudo, esse mesmo visual já foi reproduzido oficialmente pela REEBOK, usando o DOWNTIME LOW, e pelo customizador Customatix-Kix, lá em 2002, também sobre o AIR FORCE 1.

Será que essa seria, então, a inspiração da SUPREME para se aventurar em tão controverso terreno? Não que a marca tema algum tipo de polêmica, mas resta ver quais serão as reações dos seus fãs, dos fãs de AF1 e dos fãs da NBA caso se confirme mesmo o lançamento dos produtos – e a história por trás deles.