Buscar por conteúdo

#NMDSBR – As Origens Do Adidas NMD – Capítulo 5: Primeknit

Um tricô tecnológico, lançado em 2012, às vésperas das Olimpíadas de Londres e cercado de polêmicas – muitas delas causadas pela disputa judicial com a arqui-rival NIKE pelo título de “quem lançou tênis com cabedais tricotados” primeiro, é o segundo elemento futurista da família NMD.

H20227_OR_Key_Product_S79385_Heel_dynamic

 

The-project-team-from-left-to-right-Martin-Jobst-Astrid-Lang-and-Stefan-TammNo quinto e último capítulo da nossa série que investiga as origens do NMD, falaremos do PRIMEKNIT, resgatando as impressões de uma dupla que participou ativamente do processo de desenvolvimento da tecnologia: Astrid Tang e Stefan Tammm, respectivamente, Gerente de Desenvolvimento de Materiais para calçados e Gerente de Desenvolvimento de Calçados, com foco em Olimpíadas, à época do seu lançamento.

 

O que é Primeknit?

Enquanto os calçados são feitos, normalmente, de partes separadas, o método Primeknit tricota digitalmente o cabedal inteiro em uma única peça. A confecção de malhas de fios fundidos nos permite regular exatamente a quantidade de flexibilidade e suporte necessários em cada parte do tênis. Isso significa conforto e baixo peso que abraçam seu pé sem costuras, enquanto pouco material significa menor desperdício.

Como surgiu essa ideia?

Tudo começou em 2010, com uma viagem à feira “Techtextil, em Frankfurt, Alemanha. Lá, nós vimos uma luva tricotada exposta numa vitrine. Ela era feita de fios termoplásticos fundidos, o que lhe conferia um acabamento tal que ela tinha flexibilidade e estabilidade, ao mesmo tempo. Aí acendeu a ideia de que poderíamos usar a mesma tecnologia num calçado.

Mais ou menos na mesma época, o departamento de design da ADIDAS tinha em embarcado em uma série de colaborações com designers de móveis, a quem pediu desenhos-conceito de calçados inovadores e não convencionais. Uma coisa leva à outra, e logo Astrid e eu estávamos em contato com um desses designers – Alexandre Taylor – falando sobre como um tênis com cabedal tricotado poderia, potencialmente, parecer.

Nós começamos investigando as tecnologias de tricotagem, bem como as máquinas de tricô existentes, além de trazer experts no assunto para nos aconselhar e ajudar a produzir um relacionamento sólido com fornecedores alemães que nos ajudassem a produzir o primeiro protótipo.

Então, aconteceu o primeiro encontro emblemático, quando apresentamos o projeto a Hermann Deininger, chefe de marketing da ADIDAS.

Por sorte, Hermann gostou do conceito e do potencial que vislumbrou nele e imediatamente começou a apoiar nossa ideia, transformando em um projeto especial que existira fora de todas as outras categorias. Assim, tínhamos carta branca e 12 meses para desenvolver o produto final.

1

 

E o primeiro produto?

Apenas um ano depois do começo, deixamos os times de marketing e vendas boquiabertos com a primeira série oficial de calçados de Primeknit. Corrida foi selecionada como a categoria piloto e a decisão foi produzir uma edição limitada de 2012 pares do Primeknit Running na Alemanha, a tempo das Olimpíadas de Londres.

2    3

4     5

(Adaptado de “How Primeknit Was Born?… – adidas Blog)

A partir daí o que se viu, nesses quatro anos, foi o Primeknit seguindo o exemplo do BOOST e migrando para as mais diferentes categorias de produtos da marca das 3 listras: da corrida para o futebol, passando por basquete e pela divisão de ORIGINALS, onde segue ajudando a construir calçados confortáveis, respiráveis, ajustáveis e com menos camadas de materiais – o que significa menos desperdício.

    

 

Clássicos como SUPERSTAR, STAN SMITH, CAMPUS e, mais recentemente, SPEZIAL, já ganharam suas versões feitas em PRIMEKNIT.

     

     

   

     

Como não poderia deixar de ser, o material também ajuda a construir o futuro da categoria de lifestyle da marca das três listras, sendo usado em representantes da família TUBULAR, no YEEZY 350, de KANYE WEST, e agora em boa parte dos integrantes da plataforma NMD – que desembarca no Brasil a partir de 17 de Março, primeiro com um grande pack de versões masculinas e femininas, e depois com novas cores e modelos ao longo desse primeiro semestre do ano.